bike-2Com certeza, você já ouviu falar que a prática regular de exercícios contribui para retardar o envelhecimento. O treinador Márcio Luiz Prado explica sobre a relação entre esses dois pontos e como tirar o melhor proveito das atividades físicas.

A relação entre a atividade física sistemática e o envelhecimento é um assunto de suma importância para o contexto atual. Aristóteles, na Grécia Antiga, afirmou que a velhice não deveria ser entendida como doença, pois não é algo contrário à natureza humana.

Já a ciência atual define envelhecimento humano como um processo gradual, universal e irreversível, que acelera a maturidade e provoca uma perda funcional progressiva no organismo. Além disso, ela também tem demonstrado que os indivíduos praticantes de atividade física têm muito mais chances de ter um envelhecimento saudável, pois conseguem manter suas capacidades físicas e outros aspectos da saúde, como os fatores psicológicos e sociais, ao longo da vida.

Os principais fatores que determinam a quantidade e a qualidade dos anos de vida são os fatores genéticos, ambientais e comportamentais, nos quais estão inclusos os aspectos modificáveis, como a nutrição, o uso de drogas lícitas e ilícitas, o convívio social, o exercício mental e a atividade física. Ou seja, muitas escolhas que fazemos ao longo de nossas vidas aumentam ou diminuem nossa expectativa de vida. Dentro do possível, devemos prezar por hábitos de vida saudáveis, sem radicalismos.

mulher-correndo-parque

O fator atividade física é responsável pela prevenção de grande parte das doenças crônico-degenerativas, pois muitas delas são resultado da hipocinesia ou inatividade física, o que acelera a perda da capacidade funcional dos sistemas orgânicos.

A prática regular de atividade física acelera o metabolismo e traz diversos aspectos positivos a longo prazo, como os benefícios:

Fisiológicos: contribui no controle da glicemia, na manutenção dos níveis hormonais, melhora a qualidade do sono, com a manutenção da capacidade cardiovascular, da massa magra, da força, do equilíbrio, da flexibilidade, da coordenação e velocidade do movimento e da resistência muscular;

Psicológicos: deixa o indivíduo mais relaxado, diminui a ansiedade e o estresse, o risco de depressão e a manutenção das funções cognitivas;

Sociais: aumenta tanto a integração social quanto a cultural, preserva as funções sociais, estreita os laços de amizades e promove bem-estar social geral.

idosos-andando-bicicleta

Como podemos observar, não há como ignorar a influência benéfica da prática regular de atividade física na vida humana. Por esse motivo, vale a pena conhecer uma atividade que o motive e interesse a você, aprendê-la, praticá-la e usufruir de seus benefícios.

O melhor é que não há limite de idade para começar a prática de atividade física. Nunca é tarde, porém, quanto mais cedo, melhor! Com persistência, os resultados surgirão, com certeza, e perdurarão por toda a vida.

Márcio Luiz Prado – Personal Trainer, Técnico de Triathlon CBTri e Treinador de Esportes de Endurance – CREF 15902-G/PR.

Leia também: Com o pé na estrada, mas o treino em dia

Por fora parece uma academia.
Por dentro é um dos maiores centros de fitness e bem-estar de Curitiba.
Conheça a Swimex: http://www.swimex.com.br/

Comentários